Criar um Site Grátis Fantástico

Vampiros no Mundo Bruxo

Vampiros no Mundo Bruxo

Os vampiros :wine_glass:

Os vampiros são classificados como Seres Fantásticos, logo, são responsabilidade de cuidado, ocultação e proteção do Ministério da Magia de todos países de acordo com a Clásula 73 do Estatuto Internacional de Sigilo em Magia. O ministério inglês segue também as "Diretrizes para o Tratamento dos Semi-Humanos Não-Bruxos", já que existem vampiros trouxas e ex-bruxos.

● Cláusula 73 – Todo governo bruxo se responsabilizará pelo ocultamento, cuidado e controle de todos os animais, seres e espíritos mágicos que vivam dentro das fronteiras de seu território. Se tais criaturas causarem mal ou chamarem atenção da comunidade trouxa, o governo bruxo da nação afetada será disciplinado pela Confederação Internacional dos Bruxos.

Como Seres, é de acordo que eles são capazes de entender as leis das comunidade bruxa, ou seja, podem ser punidos por crimes pelos mesmos critérios que bruxos. ( "criatura que possui inteligência suficiente para comprrender as leis da comunidade mágica e para compartir a responsabilidade na preparação de tais leis" )

Mesmo assim, eles são estudados em Defesa contra Arte das Trevas devido às tendências homicidas de alguns vampiros, fato que gera grande preconceito de muitos bruxos que gostariam que eles fossem exterminados, existindo até bruxos Caçadores de Vampiros, mesmo sendo ilegal já que são "Seres".

Na oposição, tem bruxos como Eldred Worple, escritor e dono de um bar em Londres, que defende vampiros tendo vários destes como amigo. Além do mais existe uma variedade de bebidas de sangue falso vendido à vampiros que não querem atacar humanos e até doces como pirulito de sangue que é vendido na Dedosdemel em Hogsmeade.

Transformando em Vampiro

Assim como lobisomens, o vampirismo acontece quando uma pessoa é mordida por um vampiro. A mordida faz com que consigam drenar o sangue e para a pessoa mordida é extremamente prazerosa. O bruxo ou o trouxa começa passar mal, são dias de febre e delírio. Sua pele perde a cor, ficando pálido. Os caninos crescem, olhos perdem levemente o brilho. É incurável a mordida de um vampiro e como é necessário morder para conseguir sangue, os bruxos evitam que os vampiros alimentem-se de humanos. Felizmente, ao contrário do que se acredita, os vampiros precisam se alimentar raramente.

Bruxos ao transfomar-se em vampiros não são capazes de realizar mais feitiços, mas podem ainda realizar poções.

Ser vampiro

Os vampiros são seres solitários, não andam em bando e raramente vivem com outros vampiros. Muitos deles não conhecem aquele que o transformou em vampiro. Gostam de morar em lugares isolados e até preferem vilas bruxas que existem pelo mundo. Como vivem de acordo com as regras da comunidade bruxa não podem atacar, ferir ou matar qualquer pessoa, seja esta bruxa ou trouxa.

Normalmente um vampiro drena o sangue de um humano - e assim transforma o em vampiro- no máximo três vezes por ano. O único tabu é que eles nunca irão transformar alguém da mesma família viva ou mesmo chupar sangue.

Muitos vampiros trocam por sangue de animais (dizem que o de unicórnio é até melhor do que humano) ou sangue falso criado por bruxos.

Ao contrário do que se acredita, os vampiros não estão mortos. São seres vivos. Seus órgãos ainda funcionam perfeitamente. Podem sentir dor e prazer. Mas são imortais, não precisam comer, respirar, não ficam doentes e podem regenerar membros com facilidade.

Fraquezas

Existem muitas lendas sobre o que realmente faz mal aos vampiros e a maioria é mentira, como: cruz, água benta, água corrente, estaca no coração etc. Dos famosos, a luz do sol realmente é o grande mal e basta um raio solar direto na pele para queimar. Um "banho de sol" completo pode transfomar um vampiro em cinzas. O fogo em si é tão perigoso quanto é para uma pessoa normal, queima e fere gravemente, mas os vampiros recuperam-se rapidamente do ferimento.

Vampiros dormem como qualquer ser. Porém preferem o fazer durante o dia. Por segurança, dormem em quartos sem janelas, porões, ou até mesmo que caixões para terem certeza que não sofrerão perigo durante o dia.

O alho tem alguma propriedade mágica que os espanta. No estado natural, apenas os incomoda. Com poções especificas pode ser uma grande arma.

Uma outra verdade é que um vampiro não pode entrar em uma casa sem ser convidado. No entanto, lugares públicos como hospitais, faculdades, lojas não apresentam dificuldades.

Por fim, possuem um grande medo, quase irracional, dos Dementadores. Apesar de saberem que o “Beijo” do Dementador pode realmente destruí-los, não sabe-se o verdadeiro motivo de grande medo.

Combatendo um Vampiro

Ao se enfrentar um vampiro, há duas formas de aniquilá-lo: deixando-o sob o sol para queimar e cortar seu corpo em várias partes para que não se regenere.

Porém, é proibido matar um vampiro, pois eles são considerados "seres" estando sob a proteção das leis bruxas. Ou seja, é punível criminalmente ferir ou matar um vampiro, além de usar maldições imperdoáveis.

Caso seja necessário, a primeira coisa que se deve ter em mãos uma poção a base de alho que serve para repelir o vampiro: atire a poção nele e a pele dele queimará nos locais atingidos. Também é possível usar alho ou essência de alho para impedir que um vampiro entre num lugar, como sua casa: basta colocar nas frestas das janelas ou batentes de porta.

Quando um bruxo enfrenta o vampiro, ele tem certas vantagens por possuir uma varinha mágica. Porém, são poucos os feitiços que têm eficácia contra um vampiro.

Feitiços para o combate

● Avada Kedavra - Como bruxos, é capaz de matar qualquer ser se assim desejar, incluindo vampiros.

● Expecto Patronum - Capaz de afastar e afungentar um vampiro.

● Bombarda, Sectusempra, Lacarnum Inflamarae e Incendio - São capazes de ferir o vampiro, mas não o suficiente para matá-lo.

● Immobilus, Incarcerous, Levicorpus, Petrificus Totalus, Mobilicorpus e Impedimenta - São feitiços que ajudam também a atrasar o vampiro, mas são temporários, dependentes da vontade do bruxo e tem eficácia de acordo com a força do vampiro.

Feitiços de cunho mental, como Confundos ou Oblivate, não surtem efeito algum contra vampiros e quaisquer outros feitiços também se mostrarão inúteis na hora do combate.

Meio-Vampiros

São seres que são fruto de uma relação entre um bruxo e um vampiro. Não existem meio-vampiro com trouxas e não se sabe o motivo. Eles não são imortais mas vivem por longos períodos de tempo, mais do que bruxos. Possuem caninos avantajados, pele pálida, não precisam de alimentar de sangue, mas gostam de comer carne bem mal-passada, quase crua. Não queimam no sol, mas ficam realmente muito incomodados, odiando até. Além disso também tem aversão à alho, mas podem realizar feitiços como qualquer bruxo.

Durante um tempo alunos de Hogwarts suspeitavam que o Professor Snape era um meio-vampiro, mas logo isso foi desmentido.

Ghouls

Apesar da confusão, e muitos confundem ghouls com vampiros, eles são humanóides mais monstruosos. Tem dentes gigantes que chegam até a altura do peito e são pálidos. Gemem e rosnam apenas. Não sabem a origem deles, mas alguns bruxos gostam de tê-los como animais de estimação.

Vampiros Famosos

1. Sir Herbert Varney (1858-1889) - Era um vampiro que atacavam as mulheres de Londres na década de 1880. Ele acabou sendo capturado e morto por um grupo especialmente designado pelo Departamento de Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas.

2. Amarillo Lestoat (1776-1977) - Vampiro americano de Nova Orleans. Ele escreveu um livro, "Monólogo de um vampiro", que se destinava para os leitores se convencerem que vampiros era algo bom e torná-los mais fácil de morder.

3. Lady Carmilla Sanguina (1561-1757) - Diziam que ela tomava banho com o sangue de suas vítimas, assim mantinha uma aparência de saúde e beleza.

4. Blodwyn Bludd (1923) - Um grande cantor com uma voz de baixo barítono. Ele é conhecido como o "Vampiro dos Valleys" e existe o boato ele sempre canta antes de morder o pescoço de uma das vítimas.

5. Conde Vlad Drakul (1390) - Notório vampiro que inspirou o autor trouxa Bram Stoker a criar seu famoso personagem Conde Drácula. Drakul teve um filho, Vlad, o Empalador, que presumivelmente partilha da notória reputação de seu pai.
6. Sanguini - É gerente do Worple Club, em Londres. Ele é amigo pessoal do dono do bar, o escritor Eldred Worple.

7. Sava Savanović (1456) - Viveu durante muitos anos aterrorizando a vila de Zarožje, na Sérvia. Na qual se escondeu em moinho, e atacava todos que viessem usa-la. Quando foi expulso pelos aldeões locais foi para Suécia, onde conheceu o bruxo Agrippa, que o prendeu o vampiro numa das cavernas da Reserva Draconian. Foi solto acidentalmente em 2006 e hoje está desaparecido.

8. Lorcan d'Eath (1964) - É um meio vampiro. Atualmente ele é um famoso cantor: sua música "Necks to You" ficou em primeiro lugar nas paradas da rádio bruxa por 19 semanas.
Literatura sobre o Assunto:

● "Irmãos de Sangue: Minha vinda entre os vampiros" de Eldred Worple;
● "Viagens com Vampiros" de Gilderoy Lockhart
 Imagem